Menssagem de erro

catálogos

O Brasil na Arte Popular

Primeira Edição, 2011
Museu Casa do Pontal, Rio de Janeiro
138 páginas

Catálogo da exposição “O Brasil na Arte Popular” exibida no Museu Nacional da República de Brasília, entre maio e junho de 2011, com 1.500 obras de 70 artistas populares, a maior do gênero já realizada no país. Com curadoria de Angela Mascelani – diretora do Museu Casa do Pontal – a exposição destacou, em alguns casos, o artista individual, com seu pensamento, sua criação formal e soluções plásticas encontradas. Em outros, a ênfase foi posta na coletividade, com suas marcas comuns, caso do Alto do Moura/PE, Vale do Jequitinhonha/MG, certas áreas do Cariri/CE e Vale do Paraíba/SP. Foram exibidas obras de artistas de núcleos cerâmicos conhecidos e de outros, isolados. Destacaram-se a presença de Mestre Vitalino e as primeiras obras feitas por ele, ainda na década de 1940. Do Vale do Jequitinhonha destacaram-se Dona Isabel Mendes da Cunha e Noemisa Batista. Do sul de Minas Gerais, estiveram presentes GTO (Geraldo Telles de Oliveira) e o fantástico Antônio de Oliveira, que criou seu “mundo encantado”, composto por mais de três mil esculturas. Da região do Cariri, no Ceará, a exposição seleciona Nino e suas toras entalhadas de maneira vigorosa e sintética. E ainda as placas das irmãs Maria de Lourdes Cândido e Cícera, e outros familiares. De Santa Catarina, o arte do presépio de Zequinha, de São José, assinala a presença açoriana e sua importância do Sul do país. O Brasil na Arte Popular mostra também a arte visionária de Manuel Galdino, Nhô Caboclo, Ulisses Preira Chaves e Dadinho, além das diversas manifestações festivas e religiosas – Carnaval, Bumba-meu-boi, Boi de mamão, Cavalo Marinho, Maracatu, Cavalhada, Folia de Reis, Calango, Pau- de-fitas etc.