TEMAS RELACIONADOS

LOCALIDADES RELACIONADAS

ARTISTAS RELACIONADOS

Cavalhada

A Cavalhada é um jogo bastante antigo, provavelmente de origem rural, cuja principal finalidade é mostrar a perícia dos cavaleiros nas corridas de argolas e outras. Na maior parte das vezes, inclui o torneio entre mouros e cristãos, cuja origem remonta à Idade Média e lembra as batalhas travadas sob o comando do rei francês católico Carlos Magno. Portando indumentárias especiais e através de jogos, danças e competições, cavaleiros disputam uma série de provas. Apesar do resultado final ser previamente conhecido por todos - os cristãos sempre vencem - as competições são levadas a sério e cada grupo se empenha por obter os melhores resultados. A mais famosa cavalhada no Brasil ocorre atualmente na cidade de Pirenópolis, em Goiás, sendo bastante difundida como o jogo dos doze pares ou o drama de duas cores, já que na indumentária dos mouros predomina o vermelho e na dos cristãos, o azul. As corridas começam num domingo à tarde e perduram 3 dias. Entretanto, antes de seu início, a cidade é praticamente invadida por cavaleiros mascarados, que desafiam a hegemonia da festa religiosa e atuam individualmente ou em grupos, divertindo os que assistem aos festejos com suas roupas coloridas, suas máscaras e fantasias. Seus animais também mostram-se paramentados, com guirlandas de flores na cabeça e latas penduradas no dorsos para anunciar, com o ruído, sua passagem. Os mascarados dividem-se em dois estilos: marombas e catolés. Os marombas vestem roupas estampadas de azul e vermelho e portam máscaras de bois; os catolés usam máscaras de pano ou papelão com as feições de caveira ou do espantalho. Alguns estudiosos verificaram a presença no Brasil de três tipos básicos de cavalhadas que inspiram as muitas variações registradas desde o século XVII. São elas denominadas: teatral (composta de disputas e jogos e de dramatizações de inspiração religosa); a sério-burlesca (composta de um desfile onde dois grupos distintos chamam a atenção do povo: um, pelo comportamento garboso e pela beleza e ornamentação dos trajes; outro, pela irreverência no vestir e na postura); o religioso (onde há apenas um desfile de cavaleiros acompanhando procissão). Em geral, este último tipo de cavalhada é denominado "cavalaria de um determinado santo": Cavalaria de São Benedito (Guaratinguetá, São Luís do Paraitinga, Atibaia), Cavalaria de São Roque ou Cavalaria de São Jorge.

OBRAS
  • Mascarados a cavalo
  • Cavalhada de Pirenópolis