Menssagem de erro

In Brazil and in the World

O Brasil na Arte Popular

2011
Museu Nacional da República
Brasília, DF

O Museu Casa do Pontal e o Museu Nacional apresentaram a exposição “O Brasil na Arte Popular – Acervo Museu Casa do Pontal”, com 1.500 obras de 70 artistas populares, a maior do gênero já realizada no país. A exposição teve um público superior a 45 mil visitantes. Com curadoria da antropóloga Angela Mascelani, reuniu obras da coleção iniciada há mais de 50 anos pelo designer francês Jacques Van de Beuque.  Além da representatividade geográfica, a curadoria relacionou as obras com o universo cultural e simbólico de seus autores. Logo na entrada, um painel azul com 20 metros de extensão teve barcos suspensos, em alusão ao rio São Francisco, que atravessa cinco estados – Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas, importante eixo na produção da arte popular, com suas carrancas e mitos. Por outros rios, a exposição chegava ao vale do Jequitinhonha, onde antigas paneleiras dão asas à imaginação e transformam potes e moringas em bonecas, em mães amamentando, em noivas altivas e solenes. Por terra, a exposição foi ao Alto do Moura, em Caruaru, Pernambuco, com Mestre Vitalino e sua famosa escola de bonecos de cerâmica. Em seu aspecto religioso, a mostra apresentou as festas católicas de Juazeiro do Norte, do Ceará; a umbanda do Rio de Janeiro, o candomblé da Bahia e o afoxé de Pernambuco. Também foram apresentados os subúrbios cariocas, os jogos de adultos praticados nas ruas e praças e a efervescência do carnaval no Sambódromo.